PESQUISE NA WEB

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Golfista flagra duelo mortal entre jacaré e cobra enorme nos EUA



O golfista Pat Aydelott flagrou um combate mortal entre um aligátor (jacaré americano) e uma píton em um campo de golfe no estado da Flórida (EUA). Aydelott fez a imagem no Classics Country Club, em Naples. Na imagem, o jacaré parece levar a melhor no duelo e está com a cobra entre suas mandíbulas. Duelos entre jacarés e pítons, por sinal, são comuns na Flórida, mas o resultado muitas vezes é imprevisível. Em 2005, por exemplo, uma píton de quatro metros de comprimento tentou engolir um aligátor de cerca de 2 metros no Parque Nacional de Everglades, na Flórida (EUA), e a batalha acabou na morte dos dois animais.

Jacaré estraga piquenique e ainda rouba sanduíche nos EUA


Dois estudantes da Universidade da Flórida, nos EUA, foram surpreendidos por um aligátor (jacaré americano) faminto quando faziam um piquenique perto do lago Alice, em Gainsville. Segundo Michael Tamayo, o réptil surgiu de surpresa e devorou um sanduíche que ele e o amigo haviam levado para o piquenique. Após o susto inicial, os dois amigos ainda filmaram o jacaré saboreando o lanche que eles haviam trazido.

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Lula gigante de 10 metros é capturada acidentalmente na Espanha


Uma fêmea de lula gigante de 10 metros de comprimento e 150 quilos foi capturada acidentalmente por pescadores a 300 metros de profundidade na costa de Villaviciosa, na província e comunidade autónoma das Astúrias, na Espanha. O molusco marinho será levado para Luarca, onde será examinado por especialistas do Centro de Proteção a Espécies Marinhas (Cepesma). Após passar por necropsia, a lula gigante deve ser exibido ao público. "É um exemplar extraordinário, um dos maiores que foram encontrados nos últimos anos", disse o presidente de Cepesma, Luis Laria, destacando que "ver um exemplar deste tamanho" causa admiração em qualquer pessoa.

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Morador encontra jacaré com mais de um metro no quintal de casa


Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada neste domingo (22) para capturar um jacaré com mais de um metro de comprimento que apareceu no quintal de uma casa de um condomínio de chácaras, em Macedônia (SP). De acordo com os bombeiros, o animal estava assustado, mas não atacou ninguém. Os bombeiros suspeitam que o animal tenha vindo de alguma represa próxima do local. O jacaré foi levado pela Polícia Ambiental de Fernandópolis (SP) e solto em uma área de proteção ambiental.

Jacaré é flagrado em ribeirão à beira de marginal em Itapetininga


Um jacaré foi flagrado por uma moradora de Itapetininga (SP) à beira do Ribeirão do Chá, na tarde de domingo (22). A fotógrafa Cristiane Nanini, de 45 anos, fez o vídeo no momento em que o animal volta para a água. Ela estava junto com o filho, de apenas quatro anos, e se assustou ao saber que havia um jacaré próximo. “Jamais imaginava ver isso. Meu menino ficou assustado e não quis nem ver o bicho”, comenta. Cristiane ainda conta que foi a primeira vez que ela presenciou uma situação como esta. “Estava passeando com o filho e o meu marido no parque da Vila Barth quando vimos o animal”, relata. A redação da TV TEM entrou em contato com o Corpo de Bombeiros paraobter informações sobre o caso. De acordo com a corporação, foi a terceira vez que um jacaré é encontrado na beira do local, mas sem informar quando foram as aparições anteriores. Conforme os bombeiros, a população precisa tomar cuidado quando vir um animal deste tipo. A orientação é para que as pessoas não se aproximem. Até hoje, não houve registros de ataque do réptil no município. O jacaré não foi mais visto após pular na água.

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Grande tubarão branco parece avançar contra gaiola de turistas



Um grande tubarão branco parecia avançar contra uma gaiola em que estavam turistas na costa da África do Sul. Na verdade, o predador tinha sido atraído com uma isca. Em outra imagem, é possível ver o tubarão nadando ao lado da gaiola de proteção.

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Mergulhador faz foto incrível de tubarão branco devorando carcaça


O mergulhador e pesquisador Joel Ibarra registrou uma imagem impressionante de um tubarão branco devorando uma carcaça na costa da Ilha de Guadalupe, no Caribe. Segundo Ibarra, o grande tubarão branco estava se alimentando de um elefante-marinho. O mergulhador usou uma câmera GoPro para registrar a imagem.
Fonte: http://g1.globo.com/planeta-bizarro/noticia/2015/11/mergulhador-faz-foto-incrivel-de-tubarao-branco-devorando-carcaca.html

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Tubarão avança contra gaiola e assusta turistas na África do Sul




Um vídeo impressionante e assustador mostra um tubarão avançando contra uma gaiola de proteção na qual estava um grupo de turistas na África do Sul. Assista ao vídeoA cena foi filmada pelo turista norte-americano Spencer Reilly, que estava mergulhando na gaiola de proteção. O tubarão nadava em alta velocidade em direção a uma isca quando se chocou contra a gaiola.
Fonte: G1.com.br

Leão-marinho é espancada até a morte em zoológico na Alemanha


Um leão-marinho fêmea de 21 anos, chamada Holly, foi encontrada espancada até a morte em seu recinto no zoológico de Dortmund, na Alemanha, e a polícia está à procura de suspeitos. O diretor do zoológico, Frank Brandstaetter, disse à agência de notícias dpa na segunda (9) que a leão marinho, uma das atrações favoritas do público, foi encontrada por tratadores na manhã de sexta. Os outros seis leões-marinhos que vivem no local estavam ilesos e os tratadores inicialmente pensaram que Holly tinha morrido acidentalmente, até que constataram a gravidade de seus ferimentos. A polícia disse que uma autópsia revelou que o crânio do animal foi esmagado e que ela perdeu três dentes. Um buraco foi encontrado em uma cerca perto do recinto dos leões-marinhos, mas a polícia diz que ainda não tem nenhum suspeito de ter praticado o ataque.

SeaWorld encerra shows com orcas após anos de polêmica nos EUA



A rede de parques temáticos norte-americana SeaWorld anunciou nesta segunda-feira (9) que vai encerrar os espetáculos com orcas no parque de San Diego, após anos de críticas pelo suposto maltrato que os animais recebem. A empresa afirmou que a partir de 2017 substituirá os famosos números nas instalações californianas de San Diego por uma atração "informativa". "Não somos apenas um animal, não somos apenas uma exibição, não somos apenas uma atração", explicou o diretor-geral Joel Manby durante uma reunião com investidores que foi transmitida pela internet. "Estamos num processo de ouvir nossos clientes e estamos evoluindo como empresa", apontou. "Sempre estamos mudando". A SeaWorld sofreu um duro golpe em 2013 após a estreia do documentário "Blackfish", que denunciou os estragos sofridos pelas orcas em cativeiro vivendo em tanques reduzidos e com pouca iluminação, além de serem submetidas a duros treinamentos para aparecer em seu espetáculo mais famoso. O número de visitantes caiu drasticamente nos 11 parques espalhados em todo o país, mas especialmente o de San Diego. Desde então, a empresa tentou reverter a imagem ruim com uma nova campanha de publicidade e descontos. Tendo em vista os resultados decepcionantes, a empresa deu um novo rumo em sua estratégia com um plano que prevê estrear novas atrações e melhorar a comunicação corporativa. "Precisamos levar a informação para um plano positivo", destacou durante a reunião Jill Kermes, outra diretora da SeaWorld. A organização PETA (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais), grande crítica do parque temático, garantiu que o anúncio não é suficiente e que a empresa deve deixar de manter as orcas em cativeiro. Na semana passada, o legislador Adam Schiff disse que em breve vai introduzir um projeto de lei para proibir orcas em cativeiro e controlar a reprodução na Califórnia. "A evidência sobre o dano físico e mental para estes animais maravilhosos excede em muito qualquer benefício obtido a partir de seus shows", disse o político. "Nós não podemos defender o nosso próprio ambiente e difundir mensagens sobre a importância de preservar o bem-estar dos animais quando nosso comportamento não reflete nossos princípios", acrescentou. A rede SeaWorld respondeu que cuida dos animais e não capturou qualquer orca nos últimos 35 anos.

domingo, 8 de novembro de 2015

Projeto Tamar retira ninhos de tartaruga do Rio Doce, no ES


A lama das barragens que se romperam em Minas Gerais pode trazer graves prejuízos para a fauna e a flora do Rio Doce no Espírito Santo. Na vila de Regência, em Linhares, o Projeto Tamar começou a remover os ninhos de tartarugas depositados próximos à foz do rio, neste sábado (7). De acordo com o coordenador nacional do Projeto Tamar, o litoral norte do estado, principalmente a foz do rio Doce, é uma importante área de concentração de desovas da tartaruga gigante. "Estamos transferindo os ninhos para áreas distantes da foz, que são mais seguras. A foz é uma área de criadouros de tartarugas e de outros animais. Se a lama chegar em grande quantidade, é um risco muito grande para essas espécies", contou o coordenador. Essa não é a única medida preventiva do projeto, que está monitorando a situação do rio junto com o Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema). Além da retirada dos ninhos, o Tamar vai auxiliar a Prefeitura de Linhares, junto ao Iema, a abrir a boca da barra do rio para que a lama chegue mais rápida no mar, onde é melhor diluída. A abertura estava prevista para os próximos dias com o objetivo de ajudar pescadores prejudicados com a seca que não conseguem mais atravessar o rio. Entretanto, foi antecipada, com a autorização de órgãos ambientais, após o rompimentos das barragens da mineradora Samarco. Objetivo é evitar que os animais entrem em contato com a lama (Foto: Divulgação/ Projeto Tamar) Objetivo é evitar que os animais entrem em contato com a lama (Foto: Divulgação/ Projeto Tamar) "Assim, a lama chega mais rápida no mar, onde é melhor diluída. Era necessário a medida para amenizar os efeitos nos animais que vivem na foz", destacou Joca. Apesar dos prejuízos, o Projeto Tamar destaca que não há riscos de inundação na vila e nem de corte no abastecimento de água. "O prejuízo é ambiental. Não teremos enchente na vila porque ela fica localizada em uma região alta. O abastecimento também é garantido porque há outros lagos e lagoas na região em caso de emergência", disse o coordenador nacional. Tragédia Duas barragens da mineradora Samarco se romperam na tarde desta quinta-feira (5), no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, na Região Central de Minas Gerais. De acordo com o Corpo de Bombeiros em Ouro Preto, pessoas estão soterradas e algumas ilhadas. *Com colaboração de Caíque Verli, do jornal A Gazeta.

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Banhistas acham serpente marinha venenosa em praia na Austrália


Banhistas ficaram intrigados ao se depararem com a carcaça de uma serpente marinha, cujo veneno é mortal, na pitoresca praia de Manly, em Sydney, na Austrália. A cobra foi encontrada milhares de quilômetros de onde é seu habitat, as águas tropicais dos estados da Austrália Ocidental, de Queensland e do Território do Norte. A serpente marinha Astrotia stokesii é uma espécie altamente venenosa e suas presas são tão grandes que podem perfurar uma roupa de mergulho.