PESQUISE NA WEB

Mostrando postagens com marcador Ataque. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Ataque. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Como evitar ataques de tubarão - e o que fazer se for atacado


O surfista australiano Mick Fanning passou um susto no último domingo: foi atacado por um tubarão durante uma competição na África do Sul, incidente que acabou sendo transmitido ao vivo pela TV. Ele conseguiu bater no tubarão e escapar em um bote de resgate. Cerca de 70 ataques não provocados de tubarão têm sido registrados por ano no mundo, resultando em cerca de dez mortes. Ou seja: em termos globais, a probabilidade é maior de morrer sendo atingido por raios ou de picadas de abelhas do que por tubarões. Mas os números de ataques têm crescido constantemente a cada década, provavelmente em decorrência do aumento da população humana global e de sua presença mais constantes nas águas. Ante os aguçados sentidos de olfato, paladar, audição e visão do tubarão, como se precaver de um eventual ataque? E o que fazer se for atacado? Eis algumas dicas, compiladas pelo biólogo George H. Burgess, do Museu de História Natural da Flórida (EUA): Evite a água do mar no período entre o pôr do sol e o nascer do sol É nesse período que os tubarões estão mais ativos. Também é bom evitar nadar durante ou depois de tempestades, que deixam as águas turvas e agitam os peixes dos quais os tubarões se alimentam. Esse cenário pode impedir o tubarão de distinguir entre suas presas e seres humanos. O mesmo raciocínio se aplica a nascentes de rios, onde as águas costumam estar lamacentas.

domingo, 23 de junho de 2013

Fotógrafo faz foto impressionante de tubarão em posição de ataque


O fotógrafo Sam Cahir registrou o exato momento em que um tubarão-mako estava em posição de ataque. A imagem impressionante foi fotografada no Oceano Índico, próximo à ilha de Netuno, na Austrália, segundo o jornal inglês "Daily Telegraph".