PESQUISE NA WEB

Mostrando postagens com marcador Crocodilos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Crocodilos. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Conheça algumas das maiores fazendas de crocodilo do mundo na Tailândia




A Tailândia abriga algumas das maiores fazendas de crocodilo do mundo, onde turistas podem ver répteis gigantes descansando sob o sol quente, se alimentando de frango ou nadando em piscinas verde-esmeralda. Cerca de 1,2 milhão de crocodilos são mantidos em mais de mil fazendas na Tailândia, de acordo com números do departamento de pesca tailandês. Alguns são equipados com matadouros e curtumes para produzir produtos de luxo. A Fazenda de Crocodilo Sri Ayuthaya é uma das maiores da Tailândia e funciona há 35 anos. "Somos uma fazenda multiuso, que cria empregos para pessoas e renda para o país", diz Wichian Rueangnet, dono do estabelecimento, que tem cerca de 150 mil crocodilos. A Sri Ayuthaya está registrada na Convenção do Comércio Internacional de Espécies da Fauna e da Flora em Risco (CITES), o que permite que ela exporte produtos de crocodilo legalmente para vários países, inclusive a China, principal comprador. "Fazemos de tudo, desde criar crocodilos até abatê-los, tingir as peles e exportar produtos derivados do crocodilo", diz Wichian. Produtos de couro de crocodilo, incluindo bolsas no estilo Birkin, são vendidas por até US$ 2,2 mil e casacos de couro de crocodilo chegam a custar quase US$ 6 mil. A carne de crocodilo é vendida a quase US$ 9 o quilo. A bile e o sangue do réptil também são usados para fazer pílulas, pois se acredita que tenham benefícios para a saúde. A indústria, porém, tem sofrido um revés, o que fez as exportações de couro de crocodilo caírem mais ce 60% em 2016.

quinta-feira, 16 de março de 2017

Jacarés e crocodilos fogem de zoológico após fortes chuvas no Peru


Sete jacarés e dois crocodilos fugiram de um zoológico inundado pelo transbordamento de um rio no norte do Peru, informou o Serviço Nacional Florestal e de Fauna Silvestre (Serfor). "O transbordamento do rio Motupe avançou para as instalações do zoológico Las Pirkas e isso fez com que os répteis fugissem", disse à rádio RPP o engenheiro Rafael Velásquez, funcionário do Serfor. Velásquez disse que junto com a polícia estão realizando operações para capturar os répteis que fugiram na terça-feira do zoológico em Jayanca, a 800 km de Lima. "Por enquanto capturamos três jacarés e um crocodilo que estavam perto", assinalou. "Estamos informando a população para que avisem se os virem, mas para que não se aproximem", comentou. Outros animais que estavam no zoológico, como macacos, pinguins e tartarugas, foram transferidos para outros locais, mas ainda faltam papagaios e outras aves, assinalou o funcionário.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Guia turístico morre atacado por crocodilos em reserva na África do Sul


Um guia turístico morreu ao ser atacado por crocodilos em uma reserva natural da África do Sul enquanto trabalhava em uma das balsas do complexo, informaram nesta segunda-feira (16) os veículos de imprensa sul-africanos. O incidente aconteceu neste fim de semana na reserva de Le Bonheur, situada na província de Cabo Ocidental, no sudoeste do país. Segundo a polícia, que abriu uma investigação sobre o incidente, o corpo do guia foi encontrado por seus colegas. Alguns deles tiveram que receber tratamento psicológico. Depois da morte, os donos da reserva suspenderam as visitas às balsas de crocodilos, que não serão retomadas até dentro de alguns dias. O complexo abriga mais de mil crocodilos e oferece a seus visitantes a possibilidade de ver os répteis debaixo d'água através de um vidro ou mergulhar dentro de uma jaula ao redor destes animais. O centro organiza também conferências, festas de casamento e de aniversário em suas instalações.

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Idoso luta com crocodilos após amigo se afogar


Um homem de 72 anos disse a equipes de resgate que usou uma chave inglesa e velas de ignição para afastar crocodilos que cercavam seu bote após ver um amigo se afogar no norte da Austrália. Os dois estavam caçando caranguejos de manguezal quando um dos répteis virou o barco, de 3 metros. O incidente ocorreu na terça-feira, em Darwin. Um dos pescadores se afogou após ficar preso tentando retornar ao barco. O outro conseguiu retornar ao bote e afastar as investidas dos crocodilos usando a chave inglesa durante as três horas que durou o incidente. O homem se escondeu nos mangues antes de a maré, ao mudar, permitir que ele voltasse para terra firme. Pescadores profissionais ouviram os gritos da vítima e partiram em seu socorro. O homem recebeu atendimento de uma ambulância aérea. Um inquérito sobre um caso semelhante - um homem foi morto por um crocodilo enquanto pescava em Kakadu - já havia chamado a atenção para o risco que corriam pescadores em barcos pequenos. No mês passado, o prefeito de uma cidade da região havia solicitado o abate de crocodilos após um episódio em que um homem acampado teve seu pé mordido por um crocodilo que havia entrado em sua barraca. Estima-se que existam, no norte da Austrália, entre 100 mil e 200 mil crocodilos de água salgada adultos.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Fotos impressionantes mostram 'crocodilo canibal' devorando rival




Dois crocodilos de água salgada foram fotografados em um duelo mortal em uma lagoa no estado de Queensland, na Austrália. As fotos impressionantes foram tiradas no Parque Nacional Rinyirru, no norte do estado. As imagens mostram um crocodilo enorme sacudindo o rival menor no ar e, em seguida, devorando-o. A sequência do ataque foi divulgada nesta terça-feira (1º) pelo Queensland National Parks, órgão responsável pelos parques do estado.

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Crocodilos dormem com um olho aberto em alerta, mostra estudo


Crocodilos podem dormir com um olho aberto, afirma um novo estudo realizado na Austrália. Com isso, eles entram na lista de animais com essa habilidade, que inclui pássaros, golfinhos e outros répteis. Em artigo na publicação especializada Journal of Experimental Biology, os pesquisadores afirmam que os crocodilos provavelmente dormem com um hemisfério cerebral por vez, deixando a outra metade do cérebro ativo e em vigilância. Em linha com essa ideia, os crocodilos no estudo tenderam a deixar um olho aberto na presença de um humano. E também mantiveram esse olho focado diretamente na figura do intruso, afirma John Lesku, um dos autores. "Eles definitivamente monitoraram o humano enquanto ele estava no recinto. Mas até depois que a pessoa deixou o local, o animal manteve seu olho aberto, e voltado para o ponto onde o humano estava - sugerindo que estavam mantendo um olho aberto para potenciais ameaças." Os testes foram feitos em um aquário equipado com câmeras de infravermelho, para monitorar jovens crocodilos 24 horas por dia. "Esses animais não são particularmente fáceis de manipular, são um pouco ríspidos. Então tivemos que limitar o estudo a jovens crocodilos, de 40cm a 50cm de comprimento", diz Lesku, da Universidade La Trobe, de Melbourne. Além de colocar um ser humano no recinto por alguns momentos, a equipe verificou o efeito da presença de outros jovens crocodilos. E eles também atraíram o olhar dos crocodilos que dormiam com um olho aberto. Esse achado confirma o que se sabe sobre o chamado "sono uni-hemisférico" em mamíferos aquáticos, como leões marinhos e golfinhos, que parecem usar um olho para garantir que não se percam de seus grupos. Pássaros usam essa estratégia para monitorar a presença de predadores. "Em situações ameaçadoras, pássaros aumentam o uso do sono uni-hemisférico e mantêm o olho aberto a qualquer risco", explica Lesku. "No caso desses jovens crocodilos de água salgada, parece ser um pouco dois dois."

domingo, 19 de abril de 2015

Crocodilos ficam à espreita e tentam capturar raposas-voadoras em rio


Um vídeo publicado no YouTube mostra crocodilos tentando capturar raposas-voadoras, um grande morcego do gênero Pteropus, no rio Fitzroy, na Austrália. Os morcegos mergulham nas águas do rio, mas algumas vezes acabam virando comida dos crocodilos, que ficam à espreita.Assista ao vídeo.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Mercado na Guiné Equatorial vende até crocodilos como alimentos


Mercados populares na Guiné Equatorial vendem pangolins, macacos e até crocodilos como alimentos. Na cidade de Bata, o fotógrafo Carl de Souza registrou o momento em que clientes circulavam em meio às barracas que vendiam os animais para consumo humano.

terça-feira, 22 de julho de 2014

Cientistas descobrem que crocodilos têm habilidade de escalar árvores


 
Pesquisadores da Universidade do Tennessee, nos Estados Unidos, descobriram que determinadas espécies de crocodilos têm a habilidade de escalar árvores, conseguindo alcançar alturas de até 5 metros. A análise feita com répteis da Austrália, da África e da América do Norte foi publicada recentemente na revista científica "Herpetology Notes". A investigação foi conduzida pelo professor Vladimir Dinets, do departamento de psicologia da universidade americana. Ele seus colegas observaram o hábito dos crocodilos nos três continentes e constataram que quatro espécies subiam em árvores que geralmente tinham galhos próximos da água. Além disso, répteis menores são capazes de alcançar galhos mais altos que aqueles que têm o corpo maior. Os pesquisadores sugerem que a escalada é feita com o objetivo de regular a temperatura corporal fora da água e vigiar possíveis ameaças, além de encontrar presas.

sábado, 20 de julho de 2013

Fazenda nas Filipinas divulga imagem de 25 bebês crocodilos



Pelo menos 25 bebês crocodilos nasceram em uma fazenda na cidade de Pasay, que fica na região metropolitana de Manila, capital das Filipinas. Segundo um porta-voz da fazenda, os filhotes eclodiram dos ovos nesta sexta-feira.